Uma pausa para reflexão 2…

Lá estava eu no leito, com a cara remendada imaginando como estaria em baixo de tanto esparadrapo.
Diana que ficou comigo durante a noite de internação e após meu retorno ao quarto, voltara para casa para cuidar da Heleninha. Enfermeiras entrando e saindo com injeções de analgésicos, antibióticos e medindo temperatura, pressão e coisas do tipo. A anestesia ia e voltava atordoando o estado de percepção da realidade. Alguma coisa me lembro, outras não. Muitas só uma vaga imagem onírica.
Nesse vai e vem das vagas mentais percebi que não temos muitas coisas nessa vida além do pensamento e da relação que estabelecemos com as outras pessoas. Numa cama do hospital você se despe de toda casca construída em anos de vivência: as roupas não importam, como não importa o que você já fez na vida. O importante é conseguir sentar sozinho. Conseguir fazer xixi e cocô. Sozinho. Na privada. Na cama não vale…
Essa volta aos valores mais essenciais como sobreviver, amar e querer continuar vivo me trouxeram novas perspectivas e reflexões. Algumas ligações no celular. Parentes. Amigos.
O que vale à pena ? O que são assessórios descartáveis post mortem ? Onde está Deus na minha vida ?
De onde viemos ? Para onde vamos ? Será que lá tem gelatina com leite condensado ?
Olha a anestesia aí, gente….
Já estou em casa me reestabelecendo. Às vezes parece que levei uma surra. O corpo dói. Ainda tenho muito sono… mas logo estou na rua…

Sobre Ricardo Amatucci

Trabalhar com amor, afinco e seriedade. Chegar lá será a consequência!
Esta entrada foi publicada em Uncategorized. ligação permanente.

6 respostas a Uma pausa para reflexão 2…

  1. Urrrra meu!!! Que coisa!!!! Nooooosa!!!
    Se assustei com o retrato dos esparadrapo, tu fico medonho omi.
    Ainda bem que tu não vendeu os ingresso antecipado pro show…Credo!!!
    Ricardo que tua recuperação seja rápida… E daqui pra frente a proa deste teu velho casco só encontre mares de muita saúde.

    Abraços
    Fernando, Marta e Vitória
    veleiroplanetaagua.blogspot.com

  2. Vail e Helena diz:

    Ricardo,

    Desejamos um rapido retorno ao nosso cockpit. Manteremos a cerveja gelada.
    A Helena pede o celular da Diana.
    vailmony@terra.com.br

    Abraços,

  3. Olá Ricardo,

    Acabei de “ver” agora a tua cirurgia. Desejo uma plena recuperação para aproveitar os bons ventos e deixar passar muita água por debaixo da quilha do Tangata.

    Beltrão.

  4. Lucidio Bolivar Ramos diz:

    Olá meu amigo.
    Embora rápida nossa convivência, é possível sentir os bons fluidos que sempre emanaram de você. Só agora estou sabendo desse problema, que graças a Deus não se tornou uma fatalidade. Você tem toda razão quando afirma que é nessas horas nossas vidas se apresentam exatamente como são: frágeis, inconstantes e principalmente muito curtas.
    Ricardo. Que Deus lhe dê forças para que vc. se recupere o mais rapidamente possível e volte a velejar e a nos encantar com suas memoráveis ‘tiradas’
    Jô e Lucidio
    Veleiro Santa Rita VII

  5. amyres diz:

    olá ricardo, é pra te desejar uma boa recuperação e tenha fé.
    felicidades
    amyres
    carino IV

  6. Nehemias diz:

    Ricardo;

    Tudo na vida tem um sentido, e o grande DEUS que nos fortalece, alem de nos encaminhar para o melhor, nos usa para seu proposito, tenhas certeza que qdo tudo passar, você será mais engrandecido…..

    Boa recuperação..

    Nehemias.

Os comentários estão fechados.