Noronha… em 1930…

Em seu vôo inaugural, o “Graf Zeppelin” chegou ao Recife, atracando no Campo do Jiquiá em 22 de maio de 1930. Em terra, mais de 15 mil pessoas foram assistir ao evento.
Para recepcionar a aeronave, passageiros e tripulantes, ao local estiveram presentes o próprio governador do estado de Pernambuco, Estácio Coimbra e o sociólogo Gilberto Freyre.

No filme a seguir é possível ver o forte N. Sra. dos Remédios e a vila (dê um pause) e veja como era conservado à época esse patromônio.

Para escrever meu livro “Sobre Homens e Veleiros”, para o capítulo “Noronha na proa” que abre o livro, visitei atentamente cada uma dessas ruínas, verificando seu estado e fotografando. Infelizmente o estado de conservação hoje é péssimo, algumas delas abrigando inclusive famílias de “sem teto” que invadiram o local, caso das ruínas do antigo presídio feminino… Assista o filme. Vale à pena !

Compare cuidadosamente a vista pausada do forte e repare na foto abaixo. Veja se consegue localizar as casas em “L” ainda construídas e com telhado…

Noronha_08 162

Noronha_placa

Sobre Ricardo Amatucci

Trabalhar com amor, afinco e seriedade. Chegar lá será a consequência!
Esta entrada foi publicada em Uncategorized. ligação permanente.