Babado forte…

Conhecido nacionalmente por magníficas fotos como esta, o argentino Hector Echebaster, na verdade César Alejandro Enciso, ou talvez Horacio Andrés Rios Pino… foi preso pela interpol semana passada, dia 1/12.

Enciso é acusado de vários delitos contra italianos, durante a ditadura, em seu país, inclusive crimes contra a humanidade.
Pela acusação, ele fez parte da Operação Condor, montada por várias nações do Cone Sul para reprimir opositores e estava escondido no Rio de Janeiro e há 15 anos.

Segundo reportagem do Correio Braziliense de 03/12/2010, a maior parte de suas vítimas eram daquele país e do Uruguai.
No Brasil, ele usava nome falso de Hector Etchebaster e dedicou-se à fotografia, meio no qual é reconhecidamente talentoso. Aliás, basta colocar seu nome (?) no Google e buscar por imagens para tropeçar em muitas delas, uma mais bonita que a outra.

Mas pelo visto sua outra face é um tanto obscura…

Ainda segundo o jornal, Enciso fazia parte da “Oficina de Automotores Orletti”, estabelecimento onde funcionava uma espécie de central de torturas da Operação Condor, ocorrida durante o regime militar, comandado, à época, pelo general Jorge Rafael Videla na Argentina. Apesar de estar sendo processado em seu país, sua prisão foi pedida pelos italianos.

Na Justiça italiana, Enciso responde por ter praticados crimes de massacre, sequestro, cárcere privado, tortura, homicídios e crimes contra a humanidade.

O Supremo Tribubnal Federal decretou a detenção preventiva do argentino para poder extraditá-lo para a Itália.

Em sua página de relacionamento (FaceBook), o velejador e também fotógrafo Gustavo Pacheco publicou um pedido, talvez procurando algum advogado especializado em casos como este: “Aos que sabem e aos que não sabem, meu amigo Hector Echebaster, um dos melhores fotógrafos da vela brasileira, senão o melhor, foi preso pela Interpol semana passada aqui no Rio… Neste momento delicado, eu gostaria de saber quem gostaria e pode ajudá-lo. Ele teve um passado sinistraço na época da ditadura…”.

Vale lembrar que enquanto não houver julgamento, Hector-Alejandro-Horácio é inocente. E bom fotoógrafo…

Uau ! é cada uma nesse mundo da vela!

Sobre Ricardo Amatucci

Trabalhar com amor, afinco e seriedade. Chegar lá será a consequência!
Esta entrada foi publicada em Uncategorized. ligação permanente.

2 respostas a Babado forte…

  1. Pasquale Romanazzi diz:

    Será que o ministro da justicia irá extradiar? Lembra do outro criminoso Cesare Batisti?

  2. Mauricio e Tania diz:

    Fala meu chapa.
    Como dizem os baianos “ligue não, meu rei…” para certos comentários. Vocês não são os únicos a priorizar as velejadas em família, em detrimento a outras coisas (regatas, etc, etc…) Eu e a Tania tb curtimos tanto dessa vez Salvador que acabamos nos abaianando e preferindo deixar a REFENO para o ano que vem e ficar pela Baia de Todos os Santos, Morro de São Paulo, Camamu,… Por muito pouco não mudamos as coordenadas do nosso endereço, eheheheheheh
    Bons ventos a todos

    Mauricio e Tania
    Fast 345 – Alphorria
    S 22º 57’07”
    W 044º 23’37”

    “Um barco está seguro em um porto. Mas os barcos não são construidos para isso…”
    John A. Shedd

Os comentários estão fechados.