Você conhece as funções num veleiro de regata??

O texto abaixo foi escrito por Daniel Costa em 2006 para o site webventure.com.br mas ainda é atual por tratar-se de um esclarecimento das funções dos tripulantes de um veleiro de regata. Coisa comum para os aficionados, é “grego” para quem não veleja ou mesmo para quem não é chegado em regatas. Aqui vai então o texto que mostra quem é quem numa competição:

•Timoneiro – É quem guia o barco. Fica na roda de leme, o timão, e dita tanto a direção em que o barco vai como avisa quando as manobras serão realizadas.

•Tático – Diz ao time o que fazer durante a regata, para onde ir e quando fazer as manobras. Principalmente em uma prova curta, como a in port race e um match race. O tático fica sempre atento às mudanças de vento e na direção que o veleiro está indo, assim como em seus adversários.

•Navegador – O Navegador em uma perna da Volvo Ocean Race passa grande parte do tempo na sala de navegação, recebendo boletins meteorológicos e auxiliando o comandante nas decisões de rota. Quando está no convés, ele ajuda quem estiver precisando, pode exercer várias funções.

•Trimmer – É o que faz a regulagem das velas. Trimmer vem do inglês e se refere à catraca usada pelo velejador para regular as velas. Geralmente uma pessoa cuida da regulagem da vela grande – a principal do veleiro – e outro fica com o balão e a genoa – velas de proa. A regulagem das velas, apertar ou folgar, é feita para ter o melhor aproveitamento do vento em relação ao ângulo da velejada.

•Proeiro – O proeiro cuida da preparação das velas no momento da troca. “É o que mais trabalha. Um bom proeiro é metade do bom desempenho de uma tripulação”, comentou Lucas Andrade. Se ele falhar em algum momento e a vela não abrir na hora certa, o barco perde várias posições em uma regata curta.

•Secretaria – Responsável por liberar ou prender os cabos, adriças e escotas em uma manobra ou troca de vela. Trabalha sempre na entrada da cabine, onde ficam os Stopers, peças que funcionam como freios para os cabos.

•Comandante – Na verdade, o comando do barco não é uma função, e sim um posto. É ele quem tem a última palavra no veleiro, e é o responsável pela tripulação. A palavra do comandante é tida como ordem a bordo. Geralmente ele ocupa a função de timoneiro ou tático e é sempre auxiliado pelo navegador nas decisões.

Sobre Ricardo Amatucci

Trabalhar com amor, afinco e seriedade. Chegar lá será a consequência!
Esta entrada foi publicada em Uncategorized. ligação permanente.