Imagem rara

Consegui essa imagem raríssma num veleiro este feriado. Estava passando por ele e pela entrada vislumbrei em seu interior. Pedi permissão ao proprietário – o veleiro está sucateado e sem uso – e fiz a imagem para registrar para a história. Em breve estará na seção de fotos do site www.sobrehomenseveleiros.com.br onde criei um espaço para resgatar a história dos eventos da vela de cruzeiro.
Aliás, se você tiver alguma colaboração, por favor envie pra mim: direcao@uv.com.br.

Mas voltando à imagem… Se você leu meu livro “Sobre Homens e Veleiros”, deve saber que até 1995, as regatas da Semana de Vela de Ilhabela eram somente locais, tipo barla-sota, sem partir para mar aberto. Veio, então, a ideia do jornalista da Eldorado Plínio Romeiro para realizar uma regata oceânica até Alcatrazes.
A I Regata Eldorado Alcatrazes aconteceu em 1996, na 23ª Semana de Vela, e repetiu-se ano após ano, sempre no final de semana que antecedia as competições (no apêndice no final do livro, relacionei os vencedores das regatas Alcatrazes por BE de 1996 a 2008).
Somente em 1999 a regata passou a somar pontos e foi incorporada às regatas da Semana de Vela. Segundo Plínio Romeiro, “o que aconteceu foi que os velejadores adoraram nossa regata, pois de fato estavam numa regata oceânica em mar aberto. Diante disso, me ocorreu fazermos uma maior, oceânica ‘de fato’, e a ideia foi Trindade. Quando propus para o diretor da Rádio Eldorado, João Lara Mesquita, ele topou na hora. Demos o nome de “Eldorado Challenge”, que depois transformou-se em Eldorado-Brasilis…”.

Pois bem, a foto em questão é de um adesivo do início da Alcatrazes por Boreste, quando ainda não fazia parte da semana de vela, portanto ainda da década de 90…
Para uma competição que a cada ano fica mais elitista e já “limou” os cruzeiristas eliminando a classe “bico de proa”, fica aqui uma lembrança dos bons tempos.
Dos tempos que relógio era G-Shock e não Rolex…

Sobre Ricardo Amatucci

Trabalhar com amor, afinco e seriedade. Chegar lá será a consequência!
Esta entrada foi publicada em Uncategorized. ligação permanente.