Roncadeira? Sinusite? Enxaqueca?

Se você descer o Pelourinho em direção ao maravilhoso restaurante do Senac, vai passar pertinho do Preto Velho Domingos. Ele fica diariamente lá, sentadinho em sua porta balcão, vendendo o rapé que promete curar tudo isso aí que o anúncio diz. Não sei se funciona mas que comprei, comprei. Depois de um bate papo e um test drive, saí espirrando e andando… e feliz. Afinal, espirro por espirro, na Bahia é mais divertido!
Só esqueci de experimentar o cravinho dele (cachaça temperada com cravo). Acho que foi porque estávamos voltando do almoço e não dava pra pensar em colocar nada mais pra dentro depois de um acarajé, uma moqueca de polvo, uma moqueca de bacalhau, além de um quindim e um doce de abóbora de sobremesa. O cravinho do preto velho teve que ficar pra outra. Mas esse afinal não é um bom motivo pra voltar? Afe se é…
Na foto abaixo, o preto velho e o branco velho, lado a lado pra guardar de lembrança…

Sobre Ricardo Amatucci

Trabalhar com amor, afinco e seriedade. Chegar lá será a consequência!
Esta entrada foi publicada em Uncategorized. ligação permanente.