SPOT mostra veleiro acidentado em rota de colisão com ilha

Apesar da especulação em torno do “atropelamento” do veleiro Aegean, um Hunter de 37 pés (ver post anterior) durante a regata “Newport to Ensenada” e que teria sido inclusive confirmado por pelo menos uma testemunha em outro barco, agora surge um novo fato impressionante nas investigações: a imagem gerada pelo SPOT (clique para ampliar) mostra o barco em uma derrota direta para a extremidade norte da ilha “North Coronado”, a uma velocidade de cerca de 7 nós.

A suposta descrição que “parece que ele passou através de um liquidificador”, agora parece não ter tanta consistência assim. Na investigação tambem especula-se se não teria havido uma explosão a bordo quando o veleiro se chocou com as pedras (ver comentário no post de um leitor que antecipou essa possibilidade!).

A pergunta que ficaria então é, como quatro tripulantes experientes liderados por um comandante também experiente em um iate participando de uma regata com mais de 200 outros barcos seguiria em linha reta para bater em uma ilha… Nesse momento há mergulhadores na ilha tentando achar mais destroços submersos, o que explicaria em parte o acidente…

Sobre Ricardo Amatucci

Trabalhar com amor, afinco e seriedade. Chegar lá será a consequência!
Esta entrada foi publicada em Uncategorized com as etiquetas , , , , . ligação permanente.

3 respostas a SPOT mostra veleiro acidentado em rota de colisão com ilha

  1. murillonovaes diz:

    Engraçado que os caras de SF morreram ao se aproximar de uma ilha e estes aí, no final, parece que tb… Triste.

    • Tangata Manu diz:

      Triste e estranho… vai entender o que aconteceu… no primeiro td bem, pode-se até discutir se foi falta de precaução, mas esse sumiram do mapa… Abração.

  2. Alberto Chagas diz:

    bem por minha experiencia em dois anos no mar do triangulo das bermudas vi que os containeiros nao se preocupam em respeitar os direitos maritimos e nem socorrer a quem esta em total disstress nao atendemn e pssam reto fora os containers que caem e nao sao notificados ,eu perdi o meu veleiro por falta de entendimento entre duas guardas costeiras e fui resgatado pela alta eficiencia da guarda costeira americana sempre presente de forna cabal em qualquer situacao de risco mas esperar o mesmo de outras e bobagem ,se tivessem e nisto o geo da spot e responsavel passado o pedido a tempo correto eu teria sido rebucado a tempo e hora e nao teria sido destrocado nos recifes durante o final da tempestade que me desarvorara e tudo filmado calmamente por mim a caminho sem volta sabendo do inevitavel ,o que ocorre hoje e o desrespeito por nao ter como provar este comportamento iguinobil das tripulacoes comerciais e que colocam o interesse economico acima da vida e das leis e tratados maritimos internacionais ,
    alberto chagas
    comt master skipper do projeto explorer a grande aventura

Os comentários estão fechados.