Os suíços do canivete

Lá estávamos nós curtindo Tangateanamente nossas férias quando cruzamos com uma figura branca e magra remando um caiaque. Claro, puxei conversa e voilá, acabei conhecendo a família Schwörer: Dario, um guia de montanha suíço, sua esposa Sabine e seus filhos Salina (7 anos), Andri (de 5), Noé (2) e Alegra (1). Todas as crianças nasceram a bordo (Parece que não tinham televisão a bordo nesses doze – isso mesmo – doze anos de vida a bordo…).
Eles levam a cabo um projeto ambiental chamado Top to Top, que pratica a educação ambiental em escolas pelo mundo. Viajam com o máximo de recursos naturais e escalam os montes mais altos de onde estão e falam para as crianças do mundo todo quão importante é preservar esse mundão onde vivemos. Mostram a degradação, falam sobre atitudes positivas…
No próximo número do jornal Almanáutica faço uma matéria bem legal com eles onde explico melhor o que rola, como eles vivem e o que fazem. O fato curioso é que o único patrocinador é a Victorinox, a fabricante dos tais canivetes suíços. E você deve estar achando que é porque eles também são de lá, não é mesmo? Mas não é. Dario me contou que o fabricante ficou sabendo que durante o parto de um de seus filhos, ele cortou o cordão umbilical com seu canivete suíço e eles acharam o máximo… Daí veio o apoio ao projeto…
Eu ein?!

Sobre Ricardo Amatucci

Trabalhar com amor, afinco e seriedade. Chegar lá será a consequência!
Esta entrada foi publicada em Uncategorized. ligação permanente.